A noite toca o telefone e até a minha família espera que fosse você.

Eu aprendi com o tempo, e com a sua fala, que ninguém precisar ficar reafirmando a nossa amizade, ela está ai e é.

A necessidade adolescente de ficar grudados deu lugar a algo que só o tempo diz e explica, algo que torna a saudade algo bom e nem um pouco dolorido. A saudade é a minha certeza que você está aqui.

Claro que tem situações que eu olho pro lado e penso: ele podia estar aqui. Para entender a piada, para tomar um café, para falar da vida, para me dar uma carona…

O mais curioso para mim que esse momento seria aquele que mais daria para estarmos juntos, e é bem esse que não estamos. Quando eu saísse poderiamos ir ao Rei, eu comeria bolinhos de bacalhau, e uma hora eu iria olhar no relógio e falar que já é tarde.

Mas sei que estamos bem seguindo com as nossas alegrias e dramas do cotidiano. E assim a única coisa que eu espero com todo esse tempo é um belo de um souvenir.

Anúncios

Sobre pedacodebolo

Muitas inspirações e poucas expirações...
Esse post foi publicado em Pensei outro dia... e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A noite toca o telefone e até a minha família espera que fosse você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s